Como Atingires os Teus Objetivos de Vez

Até recentemente, eu tinha dificuldade em acreditar que alguém muito maior que eu poderia ter atingido aquele corpo de forma natural (leia-se, sem “suplementos desportivos especiais”).
No entanto, essa visão que eu tinha começou a mudar desde que conheci culturistas naturais, como o Jeff Nippard.
Numa publicação feita há um mês, Jeff respondendo a acusações de uso de esteróides, disse – “Antes de me julgarem, tenham em mente que treino há 12 anos de forma extremamente consistente.
Durante esse tempo, apenas tirei uma semana inteira de descanso. Em todos esses anos, tenho comido “como um culturista””.
Nippard, acrescentou – “Os meus pais são culturistas recreacionais. A minha mãe levantou quase 70 quilos de supino pesando 45 kg, isto após apenas alguns meses a treinar o movimento especificamente.”

 

 

A Diferença entre Profissionais e Amadores

Existem várias coisas que distinguem os que se destacam numa área, de quem nunca chega ao topo.
Genética, “talento”, sorte… claro que estes fatores são uma grande razão para o sucesso, mas será que é só isto?
O que distingue uma pessoa que atinge os seus objetivos de uma pessoa que não os atinge são anos de prática deliberada consistente. Por mais que seja difícil levantar da cama mais cedo ou ficar mais 30 minutos no ginásio, a dificuldade está em não falhar o calendário a que nos propomos.
O Jeff Nippard não atingiu um físico impressionante apenas porque teve a sorte de não se lesionar ou porque a sua mãe tem um maior desenvolvimento muscular que 90% das pessoas que vemos no ginásio. A diferença entre o Jeff e o resto de nós é que durante 12 anos ele não falhou um único treino. Será que estás disposto a fazer o mesmo?

 

 

Objetivos são Irrelevantes

“Quero perder pelo menos 20 quilos.”
“Tenho de ganhar 10 quilos de músculo de forma rápida.”
É comum estabelecermos objetivos para nós, tanto na sala de musculação como fora desta, mas será que esta é a melhor maneira de os atingirmos?
Todos os objetivos que sejam realmente merecedores de o serem, são apenas atingíveis se pequenas tarefas diárias forem feitas todos os dias. O treino e a dieta não são exceção.
Quantos treinos de 1 hora tens de fazer para ganhar 10 quilos de massa muscular? Quantas refeições “light” tens de fazer para perder 20 quilos? A resposta é.. muitos e muitas.
Se o teu objetivo é hipertrofia, treinares durante um dia inteiro não chega. Obviamente, terias resultados muito superiores se dividisses essas 24 horas (imaginemos que é possível) em 24 treinos de 1 hora. Claro que convém que esses treinos sejam bem planeados.
No entanto, se apareceres consistentemente no ginásio e “cumprires calendário”, podes crer que vais ganhar músculo. Apenas não tanto como podias se fizesses as coisas como deve ser.
Por outro lado, ficares um dia ou até uma semana inteira sem comer, vai fazer-te perder peso… mas a verdade é que provavelmente o vais voltar a ganhar em menos tempo do que o perdeste. Para uma perda de peso sustentável, convém que faças dieta de forma gradual e progressiva (meio quilo por semana?). Contudo, se ao longo de 1 ano aderires à dieta da moda, seja a cetogénica ou o jejum intermitente, vais acabar por perder algum peso – mesmo que esta não seja a melhor forma de abordar as coisas.
Talvez devamos pensar nisto de uma perspetiva diferente. Para chegares a um objetivo… tem de haver um sistema.

 

 

Usa Sistemas

Como James Clear, autor do blog que inspirou este artigo, diz – “Objetivos são úteis para decidir a direção. Sistemas são ótimos para realmente progredires.”
Segundo James, existem 3 problemas com os objetivos.
Primeiramente, os objetivos dizem-nos “Ainda não sou bom o suficiente, mas vou ser quando atingir o que quero.” Isto não só coloca um grande stress desnecessário em cima de nós, assim como adia a nossa felicidade até que cheguemos à meta que definimos.
Em segundo lugar, quando ultrapassares a meta pela qual tanto ansias, o que acontece depois? Imagina que conseguiste realmente perder os 20 quilos. Será que agora podes voltar aos teus hábitos antigos? Infelizmente, esta é a melhor maneira de recuperares o teu peso e os problemas que vêm com isso.
Por último, não consegues prever o futuro (estás a ler isto, Professor Bamba?!) e muito menos controlá-lo e é isso que os objetivos nos sugerem. Se nos focarmos no presente e estabelecermos sistemas, podemos aplicar diariamente processos que a longo prazo, não só nos vão fazer chegar onde queremos, assim como nos vão permitir ultrapassar as barreiras que enfrentamos.

 

 

Escolhe o Caminho Menos Intuitivo

Imagina que queres ir a um restaurante ao qual nunca foste. Ouviste dizer que têm o melhor hambúrguer que já comeste e que vais ter uma experiência incrível.
Podes focar-te na deliciosa comida que estás prestes a comer, mas a verdade é que nunca lá foste e não sabes bem onde fica.
Enquanto pensar naquele hambúrguer gourmet é ótimo, a maneira mais rápida de o comeres é procurares no GPS ou no Google Maps onde fica este restaurante.
Semelhante a esta analogia, é a tua perda de peso. A maneira mais rápida de veres menos 20 quilos do que os que vês hoje na balança é procurares uma abordagem (leia-se, dieta) e segui-la sem falha até que chegues ao teu destino final.
A hipertrofia vai no mesmo sentido. O teu plano de treino pode não ser o mais indicado para ti, mas se não falhares um único dia de treino e este plano não for absurdo, vais ver definição e volume muscular que nunca viste.
Se o teu objetivo for crescer músculo, o teu sistema é cumprires o planeamento de treino deste mês.
Se o teu objetivo for perder peso, o teu sistema é atingires as calorias e a proteína que necessitas para o perderes à velocidade que desejas.

 

Passo 1 – Escolhe Um
Elimina todos os objetivos e escolhe apenas 1 – o mais importante para ti. Quando temos 3 ou 4 objetivos, todos ao mesmo tempo, acabamos por não atingir nenhum.
Quantas vezes tentaste mudar tudo de repente e começar a comer bem, ir ao ginásio e ainda ter tempo para a família, amigos e trabalho?
É possível ganhar massa muscular e perder peso ao mesmo tempo, mas tens de perceber que isto só funciona nos primeiros 2 ou 3 meses e que, até os próprios culturistas têm de ter fases dedicadas para ganho de peso (de músculo, sobretudo) e de perda de peso (idealmente, de gordura).
Não existe sucesso de um dia para o outro, porque o sucesso implica a concretização de pelo menos um objetivo e todos os objetivos só podem ser atingidos se fizeres as pequenas tarefas “chatas”, dia após dia após dia.

 

Passo 2 – Regista Tudo
É provável que já tenhas ouvido a célebre frase – “o que é medido, é gerido”.
Por outras palavras, se não registares o que comes, como vais saber se estás a comer demais? Se não registares as cargas que usaste há 3 semanas, como podes ter a certeza de que estás a progredir?
É muito importante teres uma folha de cálculo, tal como usamos com os nossos clientes ou, no mínimo, um pequeno diário onde meter o peso, as repetições e as séries, assim como a evolução das tuas medidas corporais e peso. Isto não só torna saberes se estás a seguir a direção certa muito mais fácil, tal como pode ser motivador e aliviar a ansiedade criada quando sentes que não tens controlo sobre a tua evolução.

 

Passo 3 – Muda o Ambiente
É difícil focares-te quando estás rodeado de barulho. Muitas vezes o nosso estilo de vida mete-se no caminho e tomamos opções que não contribuem para a visão que temos de nós próprios.
Se tiveres a mala do ginásio pronta no dia anterior, o quão mais fácil é ires treinar? Se apenas tiveres frutas, vegetais e carnes magras em vez de doces e pizzas em casa, o quão simples se torna perder peso?
Da mesma maneira, considera meter o telemóvel longe da tua cama para que não vás ver as redes sociais a meio da noite e em manter uma garrafa de água junto a ti enquanto trabalhas ou estudas.

 

 

Fica com Hábitos para a Vida

São estes pequenos hábitos que vão metendo pequenas moedas no teu mealheiro. Antes de dares conta, tens o mealheiro cheio e precisas de um maior. É assim que o crescimento acontece e é provavelmente uma das melhores maneiras de abordares o que tu queres atingir neste mundo.
Escolhe algo tão pequeno e tão fácil que consigas fazer todos os dias e, à medida que se torna mais fácil, sobe um pouco a dificuldade. São estes pequenos hábitos que tornam os teus sistemas eficazes e são estes sistemas que tornam os teus objetivos.. menos assustadores.

 

 

NOTAS
A publicação de Jeff Nippard referida, pode ser encontrada aqui – https://www.facebook.com/jeffnippard/photos/a.1460192484298982.1073741828.1445169885801242/1745146572470237/?type=3.
Este artigo foi inspirado nos excelentes artigos que se encontram no site do James Clear. Os artigos consultados para a realização deste artigo, foram – http://jamesclear.com/goal-settinghttp://jamesclear.com/treasure-hunthttp://jamesclear.com/goals-systems.

 

 

Vamos Treinar Juntos.

Não sabes o que fazer para atingires os teus objetivos?